quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Breve História do Piense ...


O Piense SC que hoje conhecemos, é o resultado do contributo de muita gente, uns mais anónimos que outros e remonta ao início dos anos 40, quando em 1941, a seguir ao ciclone, um grupo de 15 rapazes à volta dos 17 anos tiveram a ideia de fundar um clube de futebol, a que deram o nome de Encarnados FC. A primeira renda da sede que se situava junto à Torre do Relógio, custava já 25$00 por mês!!! Era composta de 2 divisões com uma única porta e o mobiliário eram caixotes de peixe e de sabão, a iluminação eram dois candeeiros a petróleo e a animação era feita com um gramofone antigo. 

O seu primeiro presidente foi o Sr. José Ramires, por ser o mais velho e com “ar de mais duro”. Por essa altura, fundaram-se mais 2 clubes na povoação: “Os Unidos” e os “Fatalistas”. Os Encarnados equipavam à Benfica, os Unidos à Sporting e os Fatalistas, como hoje é o Piense, de preto e branco, com riscas verticais. Com a extinção dos Unidos e dos Fatalistas, todos os bons “craques” foram para os Encarnados.

O Clube jogou em alguns campos de futebol em vários locais na povoação, por ordem cronológica: o Baldio, a Zorreira, o Curral das Silvas e o Campo das Laranjeiras. O Piense foi então em 1943 integrado na Sociedade 5 de Outubro e foi com os Estatutos desta sociedade que se inscreveu na Associação de Futebol de Beja, tendo a sua inscrição sido aceite em 16 de Fevereiro de 1944, data adoptada oficialmente como tendo sido a de fundação do Clube. O Piense S. C. participou na década de 40 em importantes competições, por exemplo, no Campeonato Nacional da 2.ª Divisão e disputava taças com clubes vizinhos, nomeadamente com o Atlético Clube de Brinches (presentemente inactivo), com o qual existiam grandes rivalidades.

Foi na Década de 60 que o clube esteve inactivo, até que, no princípio dos anos 70, um novo grupo de entusiastas resolveram abrir novamente as portas do clube, o reincreveram na AFB para disputar os campeonatos e o transformaram numa legal pessoa colectiva, sendo aprovados novos estatutos. A data oficializada como a de refundação do clube foi então a de 1 de Novembro de 1971. Desde aí, quase ininterruptamente, tem marcado presença nos campeonatos distritais de futebol, tendo atingido o apogeu da sua história ao ter sido Campeão Distrital de Futebol em Séniores na Época de 1986/1987, tendo permanecido dois anos na 3.ª Divisão Nacional.

Neste momento e graças a protocolos firmados com a Câmara Municipal de Serpa, é possível o Piense usufruir de um Parque Desportivo como há poucos no distrito de Beja, com 2 campos: 1 relvado e 1 novo campo pelado de apoio, poli-desportivo com bancada e corte de ténis, além da bancada principal encadeirada e com pala. Orgulhosamente, todos os Pienses reconhecem que podem usufruir para si, seus filhos e netos de infra-estruturas acima da média, para um clube a militar nos distritais. 

Há cerca de 4 anos, foi também possível o Piense possuir uma sede digna, com a cedência, também em protocolo, da antiga cantina escolar, entretanto desactivada como tal. Nesta altura, as principais preocupações são a formação, a estabilidade e organização administrativa e financeira, com vista à obtenção de alegrias futuras aos nossos associados e simpatizantes.


Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...